O Faulkes Telescope Project permite que alunos de escolas usem em tempo real telescópios localizados em diversas partes da Terra para obter imagens do céu.

A rede de telescópios

Atualmente a rede de observação é constituída por vários telescópios de diferentes tamanhos.

As sessões

Uma sessão de observação deve ser antecipadamente preparada para que possam ser rentabilizados os 29 minutos disponíveis. Para isso usamos um planetário virtual que nos permite antever o céu no local e à hora da sessão prevista.

Após o início de cada sessão ficamos com o controle, em tempo real, de um dos telescópios da rede, a partir de um computador ligado à internet. Damos indicações ao telescópio, obrigando-o a mover-se na direção do objeto desejado, qual o tempo de exposição e filtros a usar para a obtenção da imagem.

As imagens obtidas ficam guardadas numa bases de dados que é aberta a todos os utilizadores do projeto.

Publicações minhas acerca do Faulkes Telescope Project

Poster comemorativo do primeiro ano de observações na Escola Secundária de Loulé (ESL) [ver poster].

A utilização do Faulkes Telescope na Escola Secundária de Loulé foi incluída no Catálogo Europeu de Iniciativas, no Portal STENCIL (projeto suportado pela Comissão Europeia no âmbito do Programa Aprendizagem ao Longo da Vida).

Poster Uso do Faulkes Telescope Project na escola apresentado no 4º Encontro de Professores de Física e Química, realizado em Beja nos dias 20 e 21 de setembro de 2013, foi apresentado o poster [ver aqui].

Artigo publicado na Gazeta de Física (Vol. 36, nº2, pág. 29-30) [ler aqui].

Artigo no jornal Algarve 123 [ler aqui].

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Web
Analytics Made Easy - StatCounter
visualizações | © Miguel Neta 2018